Parasita

 

MFC Resenha

 


Parasita (2019) é o novo filme do cineasta sul-coreano Bong Joon-ho, diretor de Expresso do Amanhã (2013) e Okja (2017). Ele ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes 2019, se tornando o primeiro diretor sul-coreano a receber o prêmio.

 

O filme conta com a participação de Song Kang-ho, Lee Sun-kyun, Cho Yeo-jeong, Choi Woo-shik e Park So-dam. Narra a história de uma família pobre que, usando trapaças e mentiras, passa a trabalhar para uma família de classe privilegiada. Desta maneira, as duas famílias se envolvem em uma situação complicada que desafia as expectativas do telespectador.

 

O humor presente em Parasita reside na poderosa sátira social do subtexto, no qual nos conta uma história com uma forte crítica social. Graças a sua riqueza temática, a obra gradualmente adquire a seriedade de um thriller e nos mostra situações tão realistas como assustadoras.

 

No aspecto técnico, Parasita foi considerado uma obra prima. A direção e a cinematografia utilizadas mostram a paixão de seu criador pelo cinema, o qual tenta criar uma estética valiosa em cada cena, preenchendo-as com motivos visuais que contam a própria história. Parasita celebra a arte em forma de cinema e é um filme que não se pode perder.

 

Veja nossa resenha sobre Coringa (2019) aqui

 

Pode deixar seu comentário aqui:

Deje su respuesta

Seu email não será publicado. Campos requeridos marcados *