Os melhores filmes do Tim Burton

 

MFC TOP 5

 


 

Com uma carreira de quase 50 anos e mais de 20 filmes sob sua direção, Tim Burton é um dos cineastas mais produtivos e reconhecidos na indústria.

 

Seu estilo visual peculiar combina a estranheza estética de Filmes B com temas mais amigáveis, enquanto explora, ainda, temas como a solidão, o medo e o amor através de histórias engraçadas e estimulantes. Seus filmes nos introduzem a um mundo tanto horripilante quanto atraente, com personagens coloridos e carismáticos que lhe enche de vida.

 

Embora os filmes do Tim Burton sejam inspirados no cinema de terror tradicional, todos trazem uma nova proposta inspirada também no drama, mistério e aventura, criando uma corrente criativa única e própria de seu estilo, que inspirou a muitos cineastas. Por isso, no MFC celebramos o mês do medo com um TOP 5 dos melhores filmes do Tim Burton.

 

 

Saiba mais sobre os subgêneros do cinema de terror aqui

 

5. Edward Mãos de Tesoura (Tim Burton, 1990)

Título original: Edward Scissorhands

 

 

Edward Mãos de Tesoura conta a história de Edward, um rapaz com tesouras no lugar das mãos, e como ele foi adotado por uma família do subúrbio dos Estados Unidos. Os relacionamentos que Edward desenvolve com os diferentes habitantes da cidade tornam-se oportunidades valiosas para que ele cresça como pessoa e encontre o amor.

 

É estrelado por Johnny Depp, com quem Tim Burton tem uma relação próxima e cria diversos projetos juntos. Também temos a performance da Winona Ryder e do ator lendário de filme de terror Vincent Price.

 

A cinematografia e a direção de arte de Edward Mãos de Tesoura destacaram ainda mais a premissa que Tim Burton estabeleceu em BeetlejuiceOs Fantasmas Se Divertem (1988), instaurando a estética definitiva que iria identificar seu trabalho daí em diante. O filme ganhou o prêmio Saturno por Melhor Filme de Fantasia e o prêmio BAFTA por Melhor Design de Produção em 1991.

 

Embora Tim Burton não considere este o seu melhor filme, ele afirma ser o seu favorito.

 

 

4. Batman – O Retorno (Tim Burton, 1992)

Título original: Batman Returns

 

 

Batman – O Retorno é a sequência de Batman (1989), também dirigido por Tim Burton. Conta com performances do Michael Keaton, Christopher Walken, Danny DeVito e Michelle Pfeiffer.

 

Apesar do primeiro filme já ter sido um sucesso, Batman – O Retorno é uma versão melhorada, principalmente por causa da maravilhosa performance do Jack Nicholson como o Coringa. A performance de Danny DeVito como Pinguim e da Michelle Pfeiffer como Mulher-Gato são memoráveis, e o estilo gótico que Burton projetou em Gotham foi tão influente para os quadrinhos como para os futuros filmes do homem-morcego.

 

A visão particular de Tim Burton nos filmes do Batman resgatou o personagem do caminho que a interpretação de Adam West conduziu durante os anos 60. Isso fez com que Burton se tornasse o primeiro diretor a fazer um filme do Batman próximo do conceito original, com elementos de terror, mistério e ação.

 

Com Batman e Batman – O Retorno, Tim Burton inaugurou o cinema de super-herói que conhecemos hoje.

 

 

Saiba mais sobre o novo filme do Batman aqui

 

 

3. Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (Tim Burton, 2007)

Título original: Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street

 

 

Sweeney Todd é uma adaptação cinematográfica da peça musical homônima escrita por Stephen Sondheim e Hugh Wheeler, que, por sua vez, foi inspirado pela peça de Christopher Bond. Conta a história de Sweeney Todd, um barbeiro inglês que usa sua navalha para matar os clientes com a ajuda da Sra. Lovett, que faz tortas com a carne dos mortos.

 

O filme conta com a performance de Helena Bonham Carter como a Sra. Lovett, Sacha Baron Cohen como Adolfo Pirelli, Alan Rickman como o Juiz Turpin e Johnny Depp como o barbeiro Sweeney Todd, sendo o sexto filme em que participa do diretor. A poderosa produção do filme criou uma cidade londrina vitoriana que prende a audiência em uma história de vingança com a ajuda de uma maravilhosa trilha sonora e músicas memoráveis.

 

Apesar da recusa inicial de ter seu musical adaptado, Stephen Sondheim foi pessoalmente convencido pelo Tim Burton. Sondheim afirmou posteriormente que este é o único filme adaptado de uma de suas obras que manteve a essência da sua visão original.

 

 

2. O Estranho Mundo de Jack (Henry Selick, 1993)

Título original: The Nightmare Before Christmas

 

 

O Estranho Mundo de Jack foi dirigido por Henry Selick e produzido por Tim Burton. O filme foi criado com a técnica stop motion, onde a animação é feita quadro por quadro, com a criação de grandes cenários e manipulação de bonecos.

 

A ideia do filme veio de um poema escrito por Burton, mas seu compromisso com a direção do Batman – O Regresso fez com que ele escolhesse Henry Selick como o diretor do projeto.

 

Conhecemos a história de Jack, um esqueleto assustador que está determinado a celebrar o Natal, porém acaba arruinando-o. Através de uma linda animação, musicais poderosos e a trilha sonora composta por Danny Elfman, com quem Burton trabalhou em quase toda a sua filmografia, somos apresentados a Halloween Town, um local onde o Halloween é eterno.

 

O Estranho Mundo de Jack foi o filme que levou Selick a trabalhar em Coraline (2009) e Burton a dirigir mais filmes com animação stop motion, como A Noiva-Cadáver (2005) e Frankenweenie (2012). Este é o filme que melhor representa a estética, temática e estilo narrativo do Tim Burton.

 

 

1. Ed Wood (Tim Burton, 1994)

 

 

Ed Wood retrata a vida do diretor de filmes cult Ed Wood, famoso por dirigir vários filmes de baixo orçamentos, conhecido como Filmes B, e o lendário Plano 9 do Espaço Sideral (1959), considerado um dos piores filmes da história. O filme mostra as tentativas de Wood em produzir seus filmes e a relação próxima que ele teve com o ator húngaro Bela Lugosi, famoso pelo seu papel como Drácula no clássico de 1931.

 

O filme é estrelado por Johnny Depp como Ed Wood e Martin Landau como o lendário ator de terror Bela Lugosi, que lhe rendeu um Oscar e um Globo de Ouro por Melhor Ator Coadjuvante. Também conta com a performance de Sarah Jessica Parker, Patricia Arquette e Bill Murray.

 

O relacionamento entre Lugosi e Wood é um dos pontos fortes do filme, mostrando a intensa amizade que Burton pode se identificar devido a seu relacionamento similar com Vincent Price. O filme foi filmado em preto e branco por decisão pessoal do Tim Burton e em homenagem a estética da filmografia de Lugosi.

 

Apesar de O Estranho Mundo de Jack ser quem representa o estilo particular do Tim Burton, Ed Wood é considerado o melhor filme do diretor. Esta obra é um tributo do Burton ao cinema de terror e aos filmes B de ficção científica, assim como um retrato realístico da indústria cinematográfica dos anos 50.

 

 

Pode deixar seu comentário aqui:

Deje su respuesta

Seu email não será publicado. Campos requeridos marcados *