Os melhores filmes de Bong Joon-ho

 

Os melhores filmes de Bong Joon-ho

 

MFC Playlist

 


O diretor sul-coreano Bong Joon-ho foi o grande vencedor da temporada de premiações 2019-2020 com Parasita (2019), seu filme mais recente, com o qual ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, a categoria de Melhor Filme de Língua Estrangeira no Globo de Ouro e quatro prêmios das seis categorias em que estava indicado no Oscar, incluindo Melhor Diretor e Melhor Filme.

 

Apesar de ter se tornado popular no Ocidente apenas ultimamente, Bong Joon-ho é um dos mais renomados cineastas sul-coreanos. Seu trabalho é voltado para as lutas das classes sociais e relações de poder, no qual explora a dinâmica entre opressor e oprimidos de forma realística e dramática, assim como de forma fantástica e científica. Suas contribuições para o cinema foram reconhecidas pelo Festival de Cinema de Sundance, sendo prestigiado como membro do júri de 2011, e, no mesmo ano, no Festival de Cinema de Cannes, onde ele fez parte do júri principal da Câmera de Ouro. Além disso, a sua vitória em Cannes 2020 com o filme Parasita o transformou no primeiro diretor sul-coreano a ganhar o aclamado prêmio.

 

Por sua genialidade em criar histórias e filmes incríveis, o MFC Playlist te convida a apreciar os melhores filmes de Bong Joon-ho.

 

 

Descubra aqui os melhores filmes de 2019

 

 

 

Memórias de um Assassino (2003)

 

Memórias de um Assassino

 

Estrelado por Song Kang-ho e Kim Sang-kyung, Memórias de um Assassino conta a história de dois detetives que tentam resolver uma série de crimes hediondos na Coréia do Sul.

 

O filme foi inspirado em uma história real do primeiro serial killer conhecido na Coréia, cujos crimes aconteceram entre 1986 e 1991. O filme ganhou o prêmio Asian Film Award no Festival Internacional de Cinema de Tóquio em 2003. Ainda, é considerado como um dos melhores filmes sul-coreanos de todos os tempos.

 

 

 

O Hospedeiro (2006)

 

O Hospedeiro

 

O Hospedeiro é um filme de monstros estrelado por Song Kang-ho, Byun Hee-bong, Park Hae-il, Bae Doona e Go Ah-sung, no qual uma criatura terrível que causa pânico na cidade, além de sequestrar uma mulher.

 

Além de ser um filme de terror, O Hospedeiro contém uma forte sátira política e crítica dos governos sul-coreano e estadunidense. O filme foi internacionalmente aclamado pelo seu tema e efeitos visuais, ganhando uma posição no TOP 20 de melhores filmes lançados desde 1992 de acordo com Quentin Tarantino. O Hospedeiro é um dos filmes mais rentáveis na história da Coreia do Sul e ganhou o prêmio de melhor filme no Asian Film Awards de 2007.

 

 

Veja nossa resenha sobre Era uma vez… em Hollywood aqui

 

 

 

Okja (2017)

 

Okja

 

Okja é um filme de aventura escrito por Bong Joon-ho e Jon Ronson, contando com um elenco formado por Ahn Seo-hyun, Tilda Swinton, Jake Gyllenhaal, Paul Dano e Steven Yeun. O filme conta a história de Mija, uma jovem menina que desenvolve uma forte amizade com Okja, uma criatura que pertence a uma nova espécie de super-porco e que procura refúgio de uma corporação que quer transformá-la em alimento.

 

Além de se destacar pelo seu design de produção, cinematografia e efeitos especiais, Okja é um filme que trata de assuntos contemporâneos como as consequências éticas da exploração animal e da saúde ambiental, transmitindo uma forte mensagem sobre especismo.

 

 

 

Expresso do Amanhã (2013)

 

Expresso do Amanhã

 

Expresso do Amanhã é um filme de ficção-científica estrelado por Chris Evans, Song Kang-ho, Ah-sung Ko, Jamie Bell, John Hurt e Tilda Swinton, baseado na HQ francesa Le Transperceneige. O filme acontece a bordo do Expresso do Amanhã, um trem que viaja eternamente através de um mundo devastado, no qual os últimos sobreviventes da humanidade estão distribuídos em um sistema de classes divididos em dois extremos.

 

A história do Expresso do Amanhã mergulha em temas comuns da literatura cyberpunk, no qual a sociedade é estudada como uma máquina que depende da função predestinada de cada uma das partes e da consequência de dar um basta ao sistema de opressão. Com um orçamento de quase 40 milhões de dólares, Expresso do Amanhã é a produção coreana mais cara da história.

 

 

Veja aqui os maiores filmes de bilheteria de 2019

 

 

 

Parasita (2019)

 

Parasita

 

Parasita conta com a performance de Song Kang-ho, Lee Sun-kyun, Cho Yeo-jeong, Choi Woo-shik e Park So-dam. Narra a história de uma família pobre que, usando trapaças e mentiras, passa a trabalhar para uma família de classe privilegiada.

 

O filme usa incríveis técnicas de composição e cinematografia para contar uma história cheia de humor negro e de fortes críticas sociais. Considerado como uma obra-prima do cinema, conquistou os prêmios mais aclamados durante a temporada de premiações de 2019-2020. O filme ganhou o prêmio Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannestornando-se o primeiro filme sul-coreano a ganhar o prestigioso prêmio.

 

 

Veja nossa resenha sobre Parasita aqui

 

 

 

Pode deixar seu comentário aqui:

Deje su respuesta

Seu email não será publicado. Campos requeridos marcados *