O Exterminador do Futuro Destino Sombrio

 

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio

 

MFC Resenha

 


Após quase três décadas longe da franquia, Linda Hamilton voltou a interpretar Sarah Connor em O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio (2019), o sexto filme da saga de ficção científica Exterminador, criada pelo cineasta James Cameron em 1984, baseado nas histórias do autor Harlan Ellison.

 

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio foi dirigido por Tim Miller, com o controle criativo de James Cameron, diretor original de O Exterminador do Futuro (1984) e O Exterminador do Futuro 2 – O Julgamento Final (1991). A história do filme se passa 25 anos depois dos eventos de Exterminador do Futuro 2 – O Julgamento Final e traz novamente Linda Hamilton e Arnold Schwarzenegger nos papeis de Sarah Connor e o cyborg T-800. O elenco ainda conta com Mackenzie Davis, Natalia Reyes e Gabriel Luna como personagens inéditos.

 

Como uma sequência direta de O Exterminador do Futuro 2, Destino Sombrio omite completamente os eventos passados em O Exterminador do Futuro 3 – A Rebelião das Máquinas (2003), O Exterminador do Futuro – A Salvação (2009) e O Exterminador do Futuro: Gênesis (2015), e procura redirecionar o futuro da franquia. Entretanto, a produção teve várias dificuldades em desenvolver um estilo narrativo mais original. A performance e as proezas físicas de Mackenzie Davis e Linda Hamilton são, sem dúvidas, os pontos mais fortes do filme, já que o roteiro parece repetitivo, inconsequente e muito similar ao Exterminador do Futuro 2.

 

Embora a nova versão da saga esteja prevista num futuro próximo, a produção não pode deixar de lado a história que conhecemos e seguir uma totalmente nova. Apenas o tempo dirá se O Exterminador voltará a ganhar o esplendor que conquistou no início da saga.

 

 

 

Pode deixar seu comentário aqui:

Deje su respuesta

Seu email não será publicado. Campos requeridos marcados *