Universo Homem-Aranha O filme do Sexteto Sinistro - MFC Editorial

 

Universo Homem-Aranha: O filme do Sexteto Sinistro

 

MFC Editorial

 


Após a Sony e a Marvel chegarem a um novo acordo sobre os direitos fílmicos do Cabeça de Teia, o futuro do herói se abriu para novas possibilidades. Enquanto a Marvel Studios continua a construir seu universo com a presença do Homem-Aranha, a Sony foca no desenvolvimento do seu universo com a Galeria dos Vilões do Homem-Aranha.

 

Com o lançamento do trailer de Morbius (2020), o novo filme da Sony protagonizada pelo Jared Leto, notamos que a presença dos vilões está cada vez maior, confirmando a possibilidade de um filme sobre o grupo de vilões conhecido como Sexteto Sinistro, o qual, ainda, possui relação com o UCM. Para descobrir como chegamos até aqui, o MFC Editorial traz uma compilação sobre o Universo Cinematográfico do Homem-Aranha.

 

 

Saiba tudo sobre a briga dos direitos autorais do Homem-Aranha aqui

 

 

 

Premissa: O Quarto filme de Sam Raimi

 

Universo Homem-Aranha O filme do Sexteto Sinistro - MFC Editorial 1

 

O primeiro filme do Homem-Aranha, dirigido por Sam Raimi e estrelado por Tobey Maquire, foi lançado em 2002 e pavimentou o caminho para o frenesi dos filmes de super-heróis que caracterizaram a última década. Homem-Aranha teve duas sequências, Homem-Aranha 2 (2004) e Homem-Aranha 3 (2007), que se tornaram bilheterias de sucesso e formaram a primeira trilogia dos filmes do Cabeça de Teia. Embora nunca tenha sido produzido, Homem-Aranha 4 foi um projeto ambicioso para a saga do Raimi, no qual levaria a história para um outro nível e iria preparar o caminho para maiores desafios nas partes 5 e 6 da nova trilogia. O vilão principal do Homem-Aranha 4 seria centrado no Abutre, que seria interpretado por John Malkovich, e cuja introdução iria acarretar na aparição do Sexteto Sinistro no futuro da franquia.

 

 

Infelizmente, o filme não passou da fase de pré-produção, fazendo com que Sam Raimi desistisse do projeto e a Sony escolhe um reboot da saga, na qual já estava planejando por causa da má recepção que o Homem-Aranha 3 teve.

 

 

Leia aqui a nossa resenha sobre Homem-Aranha: Longe de Casa (2019)

 

 

 

Oportunidade perdida: O Espetacular Homem-Aranha 2

 

Universo Homem-Aranha O filme do Sexteto Sinistro - MFC Editorial 2

 

A franquia foi relançada sob o título de O Espetacular Homem-Aranha, dirigido por Marc Webb e estrelado por Andrew Garfield. A primeira entrega foi em 2012 e apresentou várias diferenças narrativas em comparação com a saga anterior, incluindo a trama sobre o desaparecimento misterioso dos pais do Peter Parker.

 

Em O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça do Electro, tiveram uma nova oportunidade de introduzir o grupo de vilões. Durante os créditos finais do filme foi mostrado imagens de vilões que seriam parte do Sexteto Sinistro, como a prancha voadora do Duende Verde, a armadura do Rhino, o tentáculo do Doutor Octopus e as asas do Abutre. Embora a Sony tivesse planos para mais dois filmes na série e um spin-off centrado no Sexteto Sinistro, a inclusão do Homem-Aranha no Universo Cinematográfico Marvel mudou o futuro do aracnídeo para sempre.

 

 

Descubra aqui as várias formas de ver aos filmes da Marvel

 

 

 

Universo Homem-Aranha da Sony: O Sexteto Sinistro

 

Universo Homem-Aranha O filme do Sexteto Sinistro - MFC Editorial 3

 

Graças ao Universo Cinematográfico Marvel, o Cabeça de Teia teve mais um recomeço que o levou de volta à Casa das Ideias. A Sony e a Marvel Studios chegaram a um acordo para dividirem o lucro dos novos filmes que incluíam o personagem e, graças à intervenção da Marvel, os filmes do Homem-Aranha no UCM se tornaram as maiores bilheterias da Sony.

 

Por outro lado, a Sony reformulou sua estratégia e começou a construir seu próprio universo cinematográfico focado nos inimigos do Cabeça de Teia. O primeiro filme dessa nova fase foi Venom (2018), dirigido por Ruben Fleischer e estrelado por Tom Hardy, que inclui o famoso vilão Carnificina na cena pós-crédito. Por último, foi confirmado que os filmes da Sony farão parte do UCM devido a aparição do Abutre no trailer de Morbius (2020). Abutre foi interpretado por Michael Keaton em Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017), o primeiro filme do Cabeça de Teia no Universo Marvel, no qual os vilões Shocker e Escorpião também aparecem.

 

Além dos personagens citados e do Mysterio, vilão do filme Homem-Aranha: Longe de Casa (2019), a Galeria de Vilões do Cabeça de Teia irá continuar a crescer em projetos futuros como o filme do Kraven – O Caçador e a sequência de Venom. O desenvolvimento desses personagens irá formar o filme do Sexteto Sinistro, projeto este que foi confirmado pela produtora da Sony, Amy Pascal, cujo trabalho é dar ao Homem-Aranha o status de personagem com as melhores entregas cinematográficas já vistas.

 

 

 

Descubra os filmes da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel aqui

 

 

 

Pode deixar seu comentário aqui:

Deje su respuesta

Seu email não será publicado. Campos requeridos marcados *