Os melhores filmes do Joaquin Phoenix

 

MFC Playlist

 


Hollywood está repleto de grandes atores, mas alguns se destacam mais pelas suas incríveis atuações. Com diferentes abordagens e estilos de atuação, estes artistas deram à vida a personagens e suas histórias que marcaram a cultura popular. Joaquin Phoenix é um deles.

 

Joaquin Phoenix começou a sua carreira bem jovem, junto com seu irmão River Phoenix, e se tornou um dos atores mais respeitados da indústria cinematográfica atual. Com mais de 30 títulos na sua filmografia, a sua famosa interpretação de Commodus em Gladiador (Ridley Scott, 2000) lhe rendeu uma admiração mundial, além de uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Desde então, Joaquin Phoenix demonstrou cada vez mais seu crescente talento em cada filme que atuou.

 

Seu estilo de atuação varia de acordo com o projeto, mas os princípios da técnica conhecida como Método de Interpretação têm muita influência na sua proposta. Os personagens que ele interpreta são normalmente pessoas solitárias e reservadas, para o qual Joaquin, como ator, tenta explorar as profundezas da mente e do comportamento humano.

 

Em comemoração ao sucesso do seu mais recente filme, Coringa (Todd Phillips, 2019), compilamos os melhores filmes do Joaquin Phoenix no MFC Playlist.

 

 

Aproveite nossa resenha do Coringa (2019) aqui

 

5. Eu Ainda Estou Aqui (Casey Affleck, 2010)

 

 

Eu Ainda Estou Aqui é um documentário falso escrito pelo diretor Casey Affleck em parceria com Joaquin Phoenix. O filme foi tratado publicamente como um documentário que seguia Joaquin Phoenix depois do mesmo ter anunciado que iria se retirar da atuação para tentar uma carreira como cantor de rapper.

 

Por um ano, Joaquin Phoenix adotou uma aparência desleixada e comportamento estranho que preocupou seus fãs e toda a indústria do cinema.

 

Apesar de todos terem pensado inicialmente que o ator havia enlouquecido, o resultado foi uma das mais desafiantes e emocionantes interpretações da década. O filme explora o status da celebridade como figura pública, a crença de que os reality shows retratam a verdade e a influência que a mídia tem nas opiniões e perspectivas da sua audiência.

 

 

4. Você Nunca Esteve Realmente Aqui (Lynne Ramsay, 2018)

 

 

Você Nunca Esteve Realmente Aqui é um thriller escrito e dirigido por Lynne Ramsay e protagonizado por Joaquin Phoenix. A história gira em torno de Joe, um assassino de aluguel com stress pós-traumático, que é contratado para resgatar uma menina vítima de tráfico humano.

 

O filme mostra uma versão realista das histórias comuns de vingança em filmes de ação, mas foca especialmente nas consequências das ações violentas na mente fragilizada de seus personagens. Uma versão não terminada de Você Nunca Esteve Realmente Aqui foi mostrada no Festival de Cannes de 2017, no qual recebeu um aplauso de sete minutos e o prêmio de melhor ator para Joaquin Phoenix.

 

 

3. Ela (Spike Jonze, 2013)

 

 

Ela foi escrito e dirigido por Spike Jonze, que estreou como roteirista. Joaquin Phoenix interpreta Theodore, um homem melancólico que desenvolve uma forte relação afetiva por uma inteligência artificial chamada Samantha, interpretada por Scarlett Johansson.

 

Além de uma ótima história e grandes atuações, Ela se destaca por suas cores e design de produção original. A construção futurista da cidade e as diferentes paletas de cores utilizadas resultaram num filme com lindas cenas e atmosfera inovadora. Também foi indicado ao Oscar de Melhor Filme, Melhor Trilha Sonora e Design de Produção e ganhou na categoria de Melhor Roteiro Original.

 

 

2. O Mestre (Paul Thomas Anderson, 2012)

 

 

O Mestre é um drama dirigido e escrito por Paul Thomas Anderson, o aclamado diretor de Sangue Negro (2007). Protagonizado por Joaquin Phoenix como Freddie Quell, um alcoólatra que perdeu a vida, e Philip Seymour Hoffman como Lancaster Dodd, líder de uma seita pseudocientífica que apresenta suas crenças a Quell.

 

O filme lida com temas de fanatismo e abuso de poder, tendo sido inspirado na história de vida de L. Ron Hubbard, fundador de um sistema de crença conhecido como cientologia, no qual atesta que os traumas das pessoas podem ser tratados com uma regressão a vidas passadas. O Mestre foi indicado ao Oscar de Melhor Ator para Joaquin Phoenix, Melhor Ator Coadjuvante para Philip Seymour Hoffman e Melhor Atriz Coadjuvante para Amy Adams.

 

 

1. Coringa (Todd Phillips, 2019)

 

 

Dirigido por Todd Phillips, Coringa é a mais recente demonstração da expressividade artística do Joaquin Phoenix. O filme narra a transformação de Arthur Fleck, interpretado por Phoenix, no vilão mais popular dos quadrinhos, Coringa. Com um baixo orçamento de 55 milhões de dólares, Coringa alcançou a marca de 1 bilhão de dólares em bilheteria mundial, tornando-se um dos filmes mais rentáveis da história.

 

Graças a incrível performance do Joaquin Phoenix, o filme nos permitiu ter um vislumbre da mente perturbada do Coringa e os eventos que o levou a se tornar um vilão. A sua atuação se tornou uma referência não só para os fãs do personagem como também para quem quer perseguir uma carreira artística. Coringa é um belo filme realista de suspense psicológico que não pode deixar de ser visto.

 

 

Aproveite nossa análise das diferentes aparições do Coringa no cinema aqui

 

 

Pode deixar seu comentário aqui:

Deje su respuesta

Seu email não será publicado. Campos requeridos marcados *